terça-feira, 12 de dezembro de 2017

O Mustang continua Encantando Gerações

Com 53 anos de História, o Mustang ainda é um carro muito desejado por várias gerações. E até mesmo Eric Kripke, criador de Supernatural, pensou num Mustang para ser o "terceiro irmão Winchester", mas acabou escolhendo o Impala 67 para alegria do fandom mundial.
 

Um carro tão icônico como o Mustang possui uma História bastante interessante e  foi graças aos grandes filmes em que ele apareceu ajudou sua popularização. Eu não entendo de motores ou carros em geral, entretanto, sei apreciar a beleza de cada um. Mesmo gostando dos modelos mais antigos, afinal sou uma Historiadora, alguns carros são extremamente arrojados e por que não dizer bonitos?
"Em dezessete de abril de 1964, o Ford Mustang era apresentado ao público no Salão Internacional de Nova York. Lee Iacocca, vice-presidente da Ford Motor Company e gerente da divisão Ford, festejava. Ele encomendou um carro compacto de aspecto esportivo e jovem, que gerou o conceito dos pony-cars.

O primeiro protótipo apareceu em 1962, desenhado por Joe Oros. O modelo lançado dois anos depois tinha quatro lugares, capô longo, teto baixo, traseira curta, câmbio no assoalho, mais de 4,5 metros de comprimento e custava menos de 2.500 dólares. No final de 1964 já haviam sido vendidos 250.000 exemplares, sendo 22.000 encomendados já no primeiro dia!

Eram três tipos de carroceria: cupê, conversível e, no final de 1964, o fastback. Dois anos depois a casa de 1 milhão era ultrapassada. Os Mustangs estavam em todos os lugares: em ralis (Monte Carlo, 1965), nos lugares chiques da moda, nas telas de filmes famosos e nas pistas, graças a Carrol Shelby."

 1. 007 Contra Goldfinger(1964) 

Apenas 8 meses depois do seu lançamento, na Feira Mundial de Nova York de 1964, um modelo conversível branco foi usado pela bela assassina que perseguiu James Bond em Goldfinger.

2. Bullitt (1968)

Em 1968 o Mustang já era um ícone nas ruas, mas Steve McQueen o transformou em um astro do cinema com personalidade própria, naquela que é considerada a melhor perseguição de carros já filmada: o clímax final de 9 minutos de Bullitt, com um modelo GT verde.
3. 007, Os Diamantes são Eternos (1971)

Quando se viu encurralado num beco sem saída pela polícia de Las Vegas, James Bond realizou uma das manobras mais arriscadas do cinema e inclinou seu Mustang Mach 1 em duas rodas, passando por um caminho de pedestres, provando para o mundo, e para o próprio 007, a potência do modelo.
4. 60 Segundos (2000)

A refilmagem de 60 Segundos, no ano 2.000, produziu outro clássico, um Mustang Eleanor 1967 prata e preto, dirigido por Nicolas Cage.Um Mustang Shelby GT500 é o único Mustang da história a ter o seu nome incluído como astro nos créditos de um filme.
5. Eu Sou a Lenda (2007)

Em 2007, Will Smith foi o protagonista de Eu Sou a Lenda, filme pós-apocalíptico em que usa seu Mustang Shelby GT500 para encontrar a cura de um mal que dizimou a raça humana."(Jornal A Gazeta)





segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Múmia é Encontrada em Luxor/Egito

A Civilização Egípcia continua surpreendendo a humanidade com novas descobertas. E desta vez a boa notícia vem de Luxor/Egito. Quanto mais se escava o Egito, menos se sabe sobre o mesmo; enquanto isso os livros didáticos precisam ser refeitos a cada novo achado.

"Arqueólogos egípcios descobriram uma múmia enterrada em um túmulo ainda não explorado em Luxor, às margens do rio Nilo – informou o Ministério das Antiguidades neste sábado (9/12).

A arqueóloga alemã Frederica Kampp encontrou essa tumba e outra adjacente na década de 1990, mas não chegou a entrar nas jazidas, explicou o Ministério.

As duas tumbas foram registradas com números por Kampp e datam, possivelmente, da época do Novo Reino, há cerca de 3.000 anos.

Desde a descoberta de Kampp, “ambas as tumbas haviam permanecido intactas” até a missão arqueológica iniciar seus trabalhos.

O ministro de Antiguidades, Khaled al-Enany, foi a Luxor anunciar a descoberta na necrópole de Draa Abul Nagaa, perto do conhecido Vale dos Reis, onde foram enterrados muitos faraós. Entre eles, está Tutankamon.

Al-Enany relatou que, além dos objetos funerários, os arqueólogos encontraram “uma múmia envolvida em linho”. Análises preliminares apontam para “um funcionário de alto escalão, ou uma pessoa poderosa”.

O túmulo pode pertencer a “uma pessoa conhecida como Djehuty Mes, cujo nome aparece em um dos muros”, ou “ao escriba Maati, já que seu nome e o nome de sua esposa, Mehi, estão inscritos em 50 cones funerários encontrados na câmara retangular da tumba”.(Isto é)

domingo, 10 de dezembro de 2017

Keanu Reeves - Uma Inspiração

Desde o dia 1º que chove torrencialmente em Cuiabá, aliás nossa primavera-verão é regada a muita chuva e tempo frio, e o domingo já amanheceu chovendo. A rotina do domingo já está em andamento ou seja, já li o jornal, tomei meu chocolate e a boa música da Centro América FM tocando. 

Hoje, irei postar sobre um ator que todos adoram: Keanu Reeves, nosso eterno Neo. Eta trilogia maravilhosa e educadora. E pensar que tem gente que não consegue "ver" a filosofia pura nele, bem essa é outra história.

"O ator Keanu Reeves conquistou sucesso internacional com o filme “Velocidade Máxima”, mas o papel pelo qual mais é lembrado é como Neo na trilogia “Matrix”. No mundo das HQ’s, ele deu vida a John Constantine de “Hellblazer”, também foi Sidarta no filme “O Pequeno Buda” e contracenou com Al Pacino em “Advogado do Diabo”. Além de seu nome de batismo ter sido dado em homenagem a um tio bisavô e ter significado poético (algo como “brisa fresca sobre as montanhas" ou, do havaiano, “frescor” ou “serenidade”), descubra outras curiosidades inspiradoras sobre sua vida.

1. Múltiplas ascendências
 

O ator Keanu Charles Reeves nasceu no Líbano, mas morou parte de sua infância no Canadá. Tem múltiplas ascendências, inclusive, é descendente de portugueses, chineses, irlandeses e havaianos (por parte de pai e mãe). Ele nasceu dia 2 de setembro de 1964 em Beirute, sua mãe Patricia era uma figurinista inglesa e seu pai Samuel nasceu no Havaí. Sua avó é chinesa e havaiana, então ele cresceu aprendendo muito sobre a cultura chinesa, a arte, os móveis e a comida.

 2. Infância difícil
 

Ele morou no Líbano até os seis meses de idade, na Austrália até os três anos, nos Estados Unidos até o seis e no Canadá até os 21. O início da sua infância foi difícil, já que o pai foi preso quando ele tinha em torno de 12 anos por tráfico de drogas e há sites que dizem que sua mãe se tornara stripper. Quando a família libanesa se mudou para o Canadá, ele teve vários padrastos.


3. Aptidão para esporte
 

Como todo bom canadense, Keanu era fã de hóquei no gelo, além de excelente jogador e goleiro. Seu sonho era jogar no time nacional e competir nas Olimpíadas. No fim, o hóquei no gelo acabou se tornando somente um hobby.

 4. Paternidade interrompida
 

Em 1999, fruto de um relacionamento com Jennifer Syme, Keanu anunciou que seria pai. Apesar da gravidez, o casal decidiu não se casar, mas Keanu comprou uma casa para a atriz em Los Angeles e acompanhou sua gravidez de perto. Próximo ao nascimento do bebê, descobriram em um ultrassom que a menina, cujo nome escolhido foi Ava, havia morrido no ventre de Jennifer. No dia 24 de Dezembro de 1999, em um parto induzido acompanhado por Keanu, o bebê foi retirado e então enterrado no cemitério de Los Angeles.

 5. Perda da ex
 

Dezoito meses depois da morte do bebê, a ex-namorada de Keanu morreu em um acidente de carro quando voltava de uma festa do Marilyn Manson. Na época, o ator estava prestes a iniciar as gravações do segundo Matrix, em abril de 2001. Os dois, apesar de não estarem mais namorando após a morte de Ava, eram próximos. Alguns especulam, embora sem nenhuma confirmação, que o casal tentava uma reconciliação pouco antes do acidente.

6. Talento musical
 

Keanu era o baixista da banda de grunge Dogstar. Durante 11 anos de banda, eles lançaram dois álbuns. Em 1995, eles abriram o show do Bon Jovi na Austrália e na Nova Zelândia. Além disso, a Dogstar já abriu apresentações de David Bowie, Rancid e Weezer. A banda não se apresenta desde 2002, mas eles se reúnem em estúdios para tocar de vez em quando.


7. Dificuldade transformada em potencialidade
 

O ator sofre de dislexia. Segundo alguns sites, ele sempre batalhou para superar a dificuldade e, por isso, um dos hábitos mais saudáveis que adora é ler. Apaixonado por poesias, em 2011, ele lançou o livro “Ode à Felicidade”.

 8. Filantropo
 

No ano seguinte à morte de Jennifer, sua irmã mais nova Kim, que passou mais de dez anos lutando contra um tipo agressivo de leucemia e estava em remissão há alguns anos, voltou a apresentar sintomas da doença. Ela se recuperou e Keanu doou cerca de 70% do que ganhou com a trilogia Matrix (US$ 182 milhões) para entidades e hospitais que tratam da doença. Ele também tem uma fundação para financiar pesquisas do câncer e hospitais de câncer. Além disso, ele apoia o PETA, Fundação SickKids, Stand Up To Cancer, entre outras.


“O dinheiro não significa nada para mim. Eu fiz muito dinheiro, mas eu quero curtir a vida e não me estressar construindo minha conta bancária. Nós todos sabemos que uma boa saúde é muito mais importante”.(https://www.vix.com/)

sábado, 9 de dezembro de 2017

Os Outros, o Filme

O sábado amanheceu chovendo e deixa  a primavera com cara de outono. Lá fora, os pássaros estão cantando e um vento suave balança as folhas das árvores. E nada como um filme de suspense para aproveitar à tarde e o clima... Vamos preparar a pipoca e curtir Os Outros, cujo final é bastante surpreendente.

" Os Outros surpreendeu muita gente e tornou-se um pequeno sucesso em 2001, assustando milhões de pessoas ao redor do mundo.

Os Outros é um ótimo exercício de suspense, proporcionado pelo competente diretor espanhol Alejandro Amenábar, que tinha, anteriormente em seu nome, o ótimo Abre los ojos, de 1997, que Tom Cruise resolveu levar para os Estados Unidos na forma de remake quatro anos mais tarde, com Vanilla Sky (e Os Outros foi produzido por Cruise, de certa forma, como retribuição ao remake). Com apenas um grande nome em seu elenco – Nicole Kidman – o filme possui alguns momentos de fazer gelar a espinha, literalmente falando. 

Obviamente isso pode acontecer dependendo do quão impressionável é seu espectador, mas o sucesso comercial de um filme tão pequeno demonstra que muitos concordam com essa afirmação. O público gosta de ser assustado, pelo menos no conformo do sofá ou do cinema, e para a grande maioria dele, que certamente já estava cansado dos slashers da vida (filmes de assassinos em série).

 O clima do filme é o que faz dele algo tão especial. É um dos raros trabalhos que conseguem envolver o espectador apenas com seu visual, e a cada minuto que passa fica mais difícil se desvencilhar da curiosidade e de não sentir o mesmo medo que os personagens sentem. É um filme sobre uma mansão mal-assombrada em um local isolado (adoro esse tema, mas há tão poucos filmes bons com ele). Grace (Nicole Kidman) mora lá com seus dois filhos, que possuem uma doença e não podem serem expostos à luz solar. Todos os lugares da mansão são, portanto, mergulhados na escuridão total, mesmo de dia, através do uso de pesadas cortinas. A sensação é de uma noite infinita, pelo menos para as duas crianças que não podem sair de casa de dia."(www.cineplayers.com)

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Heróis Negros nas HQs 2

E hoje é feriado, dia de Nossa Senhora da Conceição. Depois da meditação e agradecimentos, nada mais interessante que continuar conhecendo um pouco mais sobre os heróis negros das HQs. Um verdadeiro fã de super heróis deve ler HQs, ou não pode ser considerado um fã.
"1. John Stewart(Lanterna Verde)

John Stewart fez história na DC Comics por ser o primeiro super-herói afro-americano da editora. Criado em 1971 por Dennis O’Neal e Neal Adams, John Stewart é um veterano da Marinha dos Estados Unidos e um arquiteto que serviu como substituto de Hal Jordan na Tropa dos Lanternas Verdes.

Stewart viria a tornar-se um Lanterna Verde a tempo inteiro nos anos 80 e para muitos é considerado o melhor nesse cargo, graças às várias séries animadas em que ele foi representado. O anel do Lanterna Verde dá o poder ao seu usuário de criar o que quiser, voar e uma invulnerabilidade quase total.

O super-herói dedicou sua vida a combater as injustiças em todo cosmos e se tornou o primeiro humano Guardião do Universo, uma raça de imortais que fundou a Tropa dos Lanternas Verdes.
2. Falcão

A primeira aparição de Falcão aconteceu em setembro de 1969 e foi o primeiro super-herói afro-americano dos quadrinhos. Além dessa estreia, foi também a primeira vez que um super-herói negro não tinha a palavra “negro” no seu título.

Seu uniforme cibernético e suas asas foram construídos pelo Pantera Negra, dando ao herói a capacidade de voar, resistência a pequenas armas de fogo e ver coisas através de infravermelhos. Sam Wilson tem uma amizade lendária com Steve Rogers, sendo um aliado vital no espaço aéreo que o Capitão América não alcança. Em uma época de grandes dificuldades para Rogers, foi Falcão quem o substituiu no papel de Capitão América.

Sam Wilson tem uma ligação telepática com Asa Vermelho, o seu falcão treinado, e consegue ver através dos seus olhos. Treinado por Steve Rogers, Falcão é um guerreiro de excelência com os sentidos aguçados que provaram ser valiosos quando se tornou um Vingador.
3. Raio Negro

O super-herói da DC Comics foi criado em 1977 por Tony Isabella e Trevor Von Eeden e fez história ao tornar-se o primeiro super-herói afro-americano a ter a sua própria HQ solo. Raio Negro tem o poder de criar e manipular campos eletromagnéticos e usar eletricidade de várias formas, contando com uma longa lista de superpoderes relacionados com a eletricidade.

Um antigo atleta Olímpico e professor, Jefferson Pierce virou um super-herói quando um dos seus alunos foi assassinado por um grupo criminoso. Raio Negro dedicou-se a proteger os habitantes da frágil comunidade de Beco do Suicídio e a eliminar as ameaças criminosas, especialmente focados na luta contra o tráfico de droga. É também membro da Liga da Justiça e dos Renegados.
4. Misty Knight

Uma personagem que encarna os anos 70 americanos, Misty Knight marcou pela diferença com sua atitude e determinação. Ela foi uma policial nova-iorquina até que, durante um assalto a um banco, uma bomba explodiu e obrigou a uma amputação do seu braço direito. Ela viria a recuperar com um braço biônico construído por Tony Stark que lhe deu superforça e ânimo para mudar sua vida.

Sua grande amiga Colleen Wing foi essencial na sua recuperação e juntas criaram uma agência de investigação privada chamada Filhas do Dragão. Eram frequentes as colaborações entre elas e os Heróis de Aluguel de Luke Cage e Punho de Ferro, chegando ao ponto de Misty liderar uma nova versão desta agência.
5. Manto

Tyrone Johnson cresceu em um bairro muito pobre mas seu futuro era promissor graças ao seu sucesso na escola. Mas ele sofria de um problema de fala que se viria a revelar trágico, e lhe roubaria o seu melhor amigo quando a polícia confundiu Billy com um ladrão.

Sentindo-se responsável pela morte de Billy e temendo a polícia, Tyrone fugiu para Nova Iorque onde virou sem-teto. Foi nessa cidade que ele conheceu Tandy Bowen, uma adolescente rica que tinha fugido de casa, e rapidamente ficaram amigos. Ambos se tornaram vítimas de um cientista criminoso quando foram cobaias forçadas de uma nova droga sintética, da qual conseguiram escapar com poderes.

Tyrone viu seu corpo transformado em escuridão pura e em um portal para a Dimensão Negra. Ele também consegue manipular a energia da Dimensão Negra, usando-a para se tornar intangível, absorver a energia vital de inimigos e enviá-los para esse mundo de escuridão. Tyrone adotou o nome de Manto e Tandy passou a ser Adaga e juntos protegem crianças e adolescentes de criminosos, em uma luta incessante contra o mundo da droga.
 
6. Cyborg

Um dos super-heróis mais icônicos da DC Comics, um dos fundadores da Liga da Justiça e um famoso membro dos Jovens Titãs. Victor Stone nunca sonhou ser um super-herói mas uma invasão alienígena abriu o seu caminho para o heroísmo, ironicamente quando ele ficou severamente ferido.

Atingido por um raio energético que quase desfez todo seu corpo, Victor foi salvo pelo seu pai, que reconstruiu o filho com componentes cibernéticos. Ele renasceu como meio-homem, meio-máquina, algo que o afeta profundamente e faz Cyborg temer a perda de toda a sua humanidade.

Mas com um organismo cibernético, o adolescente descobriu as suas novas capacidades e poderes incríveis. Os implantes tecnológicos deram-lhe uma superforça tremenda, o seu corpo robótico dá a ele uma elevada resistência a dano, os seus braços podem ser reconfigurados para se transformarem em armas variadas, e consegue voar.

Além destes poderes, Cyborg consegue se comunicar e manipular com quase todas as formas de tecnologia, dando-lhe acesso a vasta informação e a possibilidade de interceptar os sistemas inimigos."(https://www.aficionados.com.br)

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Supernatural: Jeffrey Morgan e seu Amor por Jared Padalecki e Jensen Ackles

Com este episódio,13x9 - "The Bad Place", tem-se início ao hiatus, férias, que retorna em 18/1/2018. E então, até a confirmação da 14ª temporada as especulações sobre o fim da Série invadirão a web. Aliás, já está rolando uma entrevista, de abril de 2016, em que Jared e Jensen falam sobre como eles imaginam o que acontecerá com Sam e Dean e os comentários são os mais diversos. Eu prefiro não especular e esperar...

A notícia que quebrou a web na semana passada foi "Danneel Ackles, a esposa de Jensen Ackles (Dean Winchester), entrou para o elenco da 13ª temporada de Supernatural.  A informação é da Variety. A atriz, conhecida por One Tree Hill e Friends with Benefits, terá papel recorrente como a Sister Jo, descrita como "uma renomada curandeira da fé cujo o bom trabalho atrai a atenção de alguém muito, muito ruim: Lúcifer (Mark Pellegrino)." A personagem será introduzida em "Devil's Bargain", 13º episódio."
Vamos aguardar o episódio onde a belíssima Danneel Ackles irá aparecer e ver qual a reação do fandom. Aproveito para informar que durante o hiatus, não postarei nada nas quintas- feira a não ser que seja relevante.  

O ator Jeffrey Dean Morgan/John Winchester não vê a hora de reencontrar seus amados filhos e quem sabe até sua Mary. Ele comenta isso em todas as convenções e o fandom aguarda esse momento com ansiedade; a amizade e amor dele por Jared e Jensen deixou a telinha e alcançou a vida real.

"Durante um evento com fãs da série Supernatural, o ator Jeffrey Dean Morgan, que interpretou John Winchester, pai de Sam e Dean, disse querer muito voltar para o seriado.

“A produção e eu conversamos sobre esse retorno o tempo todo e estou pedindo por isso há anos. Eu realmente espero que o John retorne em algum momento e que o Sam e o Dean possam encerrar suas histórias com ele, acho que o público também merece ver isso”.
Os fãs de Supernatural são a favor dessa possibilidade, mas agora é esperar a produção do seriado resolver se traz o pai dos Winchesters de volta  ou não. Como a série já teve vários casos de personagens que morrem e depois voltam, a ida de John para o inferno não é um empecilho para que ele volte."





quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Motivos para Assistir Fear The Walking Dead

Séries é o que não falta para começar uma maratona, e enquanto The Walking Dead está em hiatus, que tal conhecer um spin off? É sempre divertido assistir novas versões e ver como os zumbis estão sendo desenvolvidos.
"1. Origem do Apocalipse Zumbi

Para quem é fã de The Walking Dead, o spin-off funciona como um acesso a informações do início do apocalipse. Ainda não ficou bem explicado como a epidemia começou, mas os espectadores puderam criar novas teorias. De qualquer forma, é importante destacar: não há correlação entre as duas histórias.

2. Dramas Familiares

 A história é centrada principalmente em relações familiares. O apocalipse morto-vivo está ali, mas as tramas não são atropeladas por hordas de zumbis a todo momento. É uma série mais intensa e que foca na construção emocional dos personagens.

3. Outro Contexto

 O estado em Fear... é a Califórnia, diferente de TWD, que se passa na Geórgia. Mas não é só isso: a ida do grupo de sobreviventes para um barco dá fôlego à nova trama. Mesmo quem é expert na história anterior de Robert Kirkman não sabe como o enredo se desenvolverá nesse novo local. Zumbis podem nadar, por exemplo?

4. Novos Mistérios

 Os personagens principais de Fear... parecem cheios de mistérios. Destaque para Daniel Salazar (Rubén Blades), Victor Strand (Colman Domingo) e Madison Clark (Kim Dickens), que enchem de dúvidas as cabeças dos fãs a cada episódio. Se você quer dar uma de detetive, acompanhar Fear... é uma boa opção. A série abre espaço para desenvolver aspectos profundos dos personagens."(https://gauchazh.clicrbs.com.br/)