quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Supernatural 200 Episódios

As férias estão chegando e começa o "tempo livre" para assistir nossas Séries favoritas ou rever alguns episódios que deixaram saudades. Ontem, aproveitando a chuva torrencial que caiu na city, resolvi assistir novamente Supernatural 10 X 5 ou Fan Fiction. 

Nem preciso dizer que me emocionei novamente e me diverti com Dean e Sam tentando "boicotar" a peça teatral das fãs... Pode parecer que foi mais um episódio da semana, entretanto, ao ler os comentários do diretor, roteiristas, músicos, cantoras mirins e os próprios Jared e Jensen deu muito trabalho para realizar essa Carta de Amor para nós. E ficou maravilhosooooooo.

Eu aproveitei também para ler as críticas sobre o episódio e encontrei algumas que vale a pena postar como essa ...

"Não é novidade para ninguém que Supernatural divide as opiniões desde o final da 5ª temporada. Após alguns altos e baixos, decisões equivocadas, histórias recicladas, os comentários mais diversos surgiram por aí. Entretanto, os fãs sempre estiveram ali, firmes e esperançosos. “Fan Fiction” foi um grande OBRIGADO de toda a equipe do seriado. Um tremendo agradecimento à nós, que sempre acreditamos em Supernatural.

Essa história louca começou quando  Sam e Dean vão investigar o desaparecimento de uma professora e se deparam com uma peça musical baseada nos livros de Supernatural. Uma peça musical, quem diria? No fim, a história foi extremamente simples, sem nenhuma reviravolta mirabolante, o que tornou tudo ainda melhor. Foi aquele caso da semana que estamos acostumados a assistir por anos e anos, mas dessa com um sentimento  especial.
 As referências aos anos de estrada estiveram ali o tempo todo, mas sem soarem forçadas sequer por 1 segundo. Aliás, foram tantos momentos bacanas que, para não se prolongar no assunto, vale a pena fazer uma lista com os melhores:

– TODAS as coisas que o fandom imagina estavam ali, até  o (doentio) shipp de Sam e Dean.
Destiel irritando o Dean foi completamente hilário! E o que foi o Sam com “ciúmes”? Samstiel!
O Adam Winchester “aparecendo” foi, no mínimo, surpreendente. Os roteiristas realmente se lembram dos detalhes.
O melhor foi a série se zoando na parte em que o Dean conta o que aconteceu após o Sam sair do inferno e a Marie falando que ficou horroroso.
A abertura com todas as aberturas. UAU!
As músicas estavam demais e combinaram muito bem no estilo brincalhão da série.
Ter o espantalho como (parte) vilão foi ótimo, visto que ele foi um dos monstros mais assustadores da 1ª temporada.
Nem preciso falar nada sobre a caracterização do elenco mirim né? As risadas dizem por si só.
E ainda teve mais: “Samulet”, ghostfacers, mais fan fictions, B.M. [boy melodrama]…
Tudo finalizado com chave de ouro ao som de “Carry On Wayward Son”, numa das cenas mais emocionantes até aqui. Foi de causar arrepios!"((apaixonadosporseries.com.br))

E os olhos de Dean e Sam com algumas lágrimas discretas não deixa dúvidas que Jensen e Jared ficaram realmente emocionados. Fico imaginando o que eles estavam pensando naquele momento?

Nenhum comentário:

Postar um comentário